Com este projeto, além de oferecer o desenvolvimento integral, por meio do método escoteiro de educação não-formal, de crianças e adolescentes moradoras da região da Borda do Campo (sustentabilidade social, cultural, ambiental e política), vislumbra-se, ao mesmo tempo, o desenvolvimento econômico da região por meio de parceria com a Associação Borda Viva (sustentabilidade econômica), que produzirá parte dos materiais a serem utilizados pelo grupo escoteiro a ser formado na região, podendo, futuramente, estender a venda a todo o Brasil. Por meio desta ação, intenta-se realizar o empoderamento das famílias com consequente fortalecimento de vínculos – visto que as crianças e adolescentes que participarão do projeto, em grande parte, serão as filhas e os filhos das associadas.