O projeto “Educação Escoteira para Sustentabilidade” foi adaptado para a Região do Nordeste e escrito em inglês para o edital da UEFA, buscando dar enfoque para outra região do Brasil, para assim proporcionar educação não-formal para a sustentabilidade por meio do Método e Programa Escoteiro, em contraturno escolar, à 900 crianças e adolescentes em vulnerabilidade social, em todos os Estados da região nordeste do Brasil (Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe).