Entre as parcerias dos Ecoteiros do Brasil durante o 7º Jamboree Nacional Escoteiro e 1º Jamboree Lusófono estão as que possibilitaram a realização dos módulos na base Aldeia do Desenvolvimento – organizações e empresas que veem no escotismo a união de esforços para proporcionar o desenvolvimento das pessoas e uma sociedade mais equilibrada.

A coordenadora da base, Lidia Sadaco Minamizaki Ikuta, destacou que a base foi pensada para completar as etapas de desenvolvimento do jovem e as parcerias deram o suporte para o trabalho. “Toda a parceria é legal por que nos faz sair da ‘caixinha’ e ter um novo olhar sobre a atuação do movimento escoteiro. As pessoas de fora nos possibilitam expandir o desenvolvimento do programa, o que é muito importante”, valorizou.

Além da empresa Toyota, da Cruz Vermelha e ONU Mulheres, já citadas em matérias anteriormente divulgadas, outras organizações firmaram parcerias referentes à Aldeia do Desenvolvimento. Uma delas, a Serasa Experian, viabilizou treinamento de uma escotista para, posteriormente aplicar o módulo no Jamboree. “A parceria foi muito boa e através dela foi possível trabalhar com jovens o ‘Sonhos Reais’, programa de voluntariado da Serasa que aborda a educação financeira em diferentes situações”, explicou Patricia Tiemi Murakami Otachi, facilitadora e multiplicadora do programa.

Outra organização parceira dos Escoteiros no Jamboree é a Fio Cruz. “Para mim é um dos maiores projetos de educação que a Fio Cruz pode abraçar. Eu sempre coloquei que os escoteiros gostam de desafios, gostam de aprender e nós gostamos de ensinar, então é uma ótima parceria”, disse Wagner Lança Passos, representante da Fio Cruz.

A ONG inglesa Outward Bournd Brasil também faz parte do rol de parceiros dos Escoteiros do Brasil. No evento foram trabalhadas as ferramentas de Leave No Trace, com técnicas de mínimo impacto no ambiente natural. “Estar presente aqui no Jamboree é muito importante, fui escoteiro durante grande parte da minha vida e fico feliz de estar aqui, podendo acrescentar, e fazer essa troca com o movimento escoteiro”, ressaltou Moaci Cesario Dantas, representante da ONG.

Os Escoteiros do Brasil agradecem a todos os parceiros que ajudam a construir um mundo melhor.

*Texto produzido por Cleusa Frese, voluntária da Equipe de Comunicação do 7° Jamboree Nacional Escoteiro